Meus exames para Doença Celíaca negativaram, e agora?

Bom, se não há nenhum sintoma ou indício de que você possa ter alguma desordem relacionada ao glúten (e desde que você não tenha excluido completamente o glúten da alimentação antes de fazer os exames), ótimo!  Desencana!

Mas geralmente essa não é a realidade de quem se vê as voltas com tais exames (anticorpo antitransglutaminase e endoscopia com biópsia de duodeno), pois estamos falando de pessoas que procuraram ajuda por não estarem bem de saúde. E por mais incrível que possa parecer,  é frustrante ter resultados negativos nas mãos,  e continuar sem entender o porquê de tantos sintomas e desconforto.

dor de barriga
A questão é que muitas vezes a sensibilidade ao glúten não celíaca (SGNC) não é lembrada pelo médico como hipótese diagnóstica. Mas não é por causa disso que vamos sair por aí chamando médicos de incompetentes ou coisa pior (como infelizmente costuma acontecer)! O que ocorre é que apesar de estar sendo estudada desde 1978, a SGNC só foi efetivamente reconhecida como uma doença ou desordem  associada ao glúten em 2011, com a elaboração do Consenso de Oslo! Ou seja, somente há 4 anos e ainda não houve tempo para que todos os profissionais se atualizassem, até porque se a própria Doença Celíaca, conhecida há quase 2 mil anos ainda é pouco lembrada e considerada rara, principalmente entre adultos e idosos, que dirá a SGNC!

E na verdade, a SGNC ainda é uma incógnita até mesmo para quem a estuda com afinco e muitas hipóteses já foram levantadas. Até o momento o que se sabe é que nem todos os pacientes com esta condição possuem os marcadores genéticos da celíaca e seus exames ou são negativos ou apresentam resultados inconclusivos. Além disso, não tem certeza nem se só o glúten é o responsável pelos sintomas, já que o trigo, além do glúten, possuem outros componentes que “concorrerm” pelo papel de “vilão” na SGNC, como a lectina (ou aglutinina) do trigo, as proteínas inibidoras das enzimas (do nosso trato gastrointestinal) amilase e tripsina ou mesmo os frutanos (um tipo de fibra, fermentada por bactérias intestinais) presentes no trigo… ou ainda, se é “tudo junto e misturado”, numa superposição de fatores.

A única certeza que se tem é que todos apresentam sintomas (gastrointestinais ou não) quando ingerem fontes de glúten e melhoram quando deixam de ingeri-las. Por causa disso, ainda fica a dúvida se a SGNC seria um estágio anterior à DC (também conhecida como DC latente ou potencial, que um dia se torna DC, com todos os marcadores positivos e sinais e sintomas característicos).

Iceberg celiaco juliana

Como ninguém tem certeza a respeito das consequências e complicações da SGNC, caso a mesma não seja corretamente tratada, no Consenso de Oslo ficou decidido que o tratamento deve ser exatamente o mesmo da DC: Dieta totalmente livre de glúten e de contaminação, ou seja, a dieta precisa ser levada a sério, de segunda a segunda, 365 dias no ano, para evitar que complicações (como as da DC, que incluem até mesmo linfoma intestinal) apareçam e nesse ponto, a ajuda de um Nutricionista é fundamental, para os ajustes necessários na alimentação e até mesmo para a avaliação e tratamento de deficiências nutricionais que podem estar presentes.

E tal “intolerância ao glúten” que muitas pessoas ainda falam e acreditam ser uma condição mais leve e de menor gravidade (permitindo-se assim, sair da dieta em algumas situações)? Esse mesmo Consenso no qual estamos falando, diz que a “intolerância ao glúten”, é nada mais, nada menos que a própria Doença Celíaca em sua nomenclatura antiga e justamente para evitar confusão e banalização do caso, os especialistas que elaboraram o documento, recomendam fortemente que os pacientes parem de usam essa expressão. Ou seja… intolerância ao glúten é DC e portanto, é uma condição crônica, autoimune e que persiste por toda a vida, não dando chance para banalizações e descuidos com a dieta!

Anúncios

5 comentários sobre “Meus exames para Doença Celíaca negativaram, e agora?

  1. Boa tarde!! Em 2012 saiu umas bolhas pequena nas minhas maos, joelhos e cotovelos fui na dermatologista ela fez uma biopsia e disse q eu tinha intolerancia ao gluten , so q ja fui em 4 medicos e os mesmo me falam q eu nao tenho intolerância pois nao tenho os sintomas!!! O que deve fazer??

    Curtir

    • Olá Tatiana,
      A Dermatite Herpetiforme é um tipo de doença celíaca que se manifesta na pele, e mesmo que não exista nenhum sintoma digestivo, o tratamento tem que ser exatamente o mesmo da DC: dieta sem glúten e sem contaminação por toda a vida. Além disso, independente da DH, existe uma condição chamada DC assintomática, na qual os exames de sangue e a biopsia são positivos (e a mucosa intestinal apresenta as lesões caracteristicas), mas não há sintomas (ou pelo menos eles não são muito evidentes).
      Na ocasião da biópsia na pele vc fez outros exames que confirmassem o diagnóstico? E o que a dermatologista te orientou na ocasião? De lá para cá você excluiu o gluten complementamente?

      Curtido por 1 pessoa

  2. Tenho todos os sintomas da DC mas meus exames deram negativo a biopsia deu duodenite inespecifica crônica e gastrite . Minha médica acha que é invenção minha. Mas desde que eu tirei o glúten por conta própria posso dizer que sou agora uma pessoa saudável.Pois não tenho mais os desconfortos de antes.

    Curtir

  3. Minha esposa têm todos os sintomas da doença celíaca, daí paramos com o gluten e ela melhorou, mas como ela não tinha sido diagnosticada, resolvemos ir a uma gastro que passou a tal biópsia, que deu negativo. e agora que tô desconfiado que ela seja portadora de SGNC. será que isso procede????

    Curtir

    • Olá Misael,
      O fato dela ter feito a biópsia depois de já ter excluído o glúten, pode ter sido a causa do resultado negativo. A SGNC é diagnosticada depois que todos os exames foram feitos, e tiveram resultados negativos ou inconclusivos, mas sem exclusão prévia de glúten… aí o médico avalia os sintomas e a melhora dos mesmos com a dieta.
      Dá uma olhada nos outros textos sobre DC e glúten aqui no blog, onde explico melhor sobre essas questões.
      Grande abraço, Juliana

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s