Sem lactose é a mesma coisa que sem leite?

Nos últimos anos houve um boom na oferta de produtos “zero lactose” e se por um lado isso tem sido bom para inúmeros intolerantes a lactose, que ganharam mais opções, por outro, gera confusão e por tal motivo pode por em risco a vida de muitas pessoas com alergia às proteínas do leite.

A lactose, como já falei nesse post aqui e nesse é o açúcar do leite. É um dissacarídeo formado pela ligação de 2 açúcares mais simples, a glicose e galactose:

Lactose e lactase

Na intolerância a lactose (IL) há uma diminuição na produção da enzima lactase, a enzima que faz a quebra da ligação, permitindo que a lactose seja digerida e usada como fonte de energia… ou seja, sem lactase, a lactose não pode ser convertida em glicose e nem em galactose.

Os produtos lácteos como leite zero lactose, iogurte e queijos recebem a adição da enzima lactase e sua ação é controlada de forma que toda a lactase seja pré digerida no produto final, mas é importante ressaltar que eles continuam contendo leite como ingrediente principal! E é aí que mora o perigo, pois muitas pessoas com alergia às proteínas do leite, empolgadas com a informação “zero lactose”, esquecem de ler o rótulo e acabam consumindo algo que pode por sua saúde e até mesmo a vida em risco!

zero lactose

Outra questão que merece destaque é que a IL é mais comum em adultos e idosas e raramente afeta bebês e quando afeta o quadro é muito grave e nem o leite materno pode ser consumido! Já a ALV é relativamente comum em bebês, e mesmo bebês alimentados exclusivamente com leite materno. Mas muitas mães, confusas com tanta informação (muitas vezes informação equivocada), são orientadas a excluir os laticínios de sua alimentação, para que possam continuar amamentando seus bebês (que na realidade apresentam alergia as proteínas do leite e não IL) e acabam consumindo produtos zero lactose indevidamente. Muitas pessoas nem sabem que são as proteínas do leite que lhes fazem mal e estranham continuarem tendo sintomas ao fazer uso dos laticinios zero lactose… mas isso já é um indicio de que não devem consumir nenhum tipo de laticínio, seja com ou sem lactose. O mesmo pode ocorrer ao se buscar mais opções para variar a alimentação de crianças com dietas restritas em leite e derivados.

Outro problema que pode ocorrer, e que so contribui ainda mais para aumentar a confusão, é que existem pessoas que possuem as duas condições: IL e ALV! Portanto, é muito importante ler atentamente os rótulos para ter certeza de que o produto realmente não contém nenhum derivado do leite e que, portanto, não causará nenhum tipo de problema!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s