Cuidado: Alergia a Lactose pode matar!

É isso mesmo que você leu! Alergia a lactose pode matar! Mas mata é pela desinformação e por suas consequências…

Explico: Alergia a lactose não existe, simplesmente porque alergia pressupõe que nosso sistema imunológico esta produzindo anticorpos contra um antígeno qualquer. Em se tratando de alimentos, os antígenos são as proteínas alimentares, não sendo possível (pelo menos não que a Ciência saiba até o presente momento) produzir anticorpos contra carboidratos, como é o caso da lactose.

A lactose é um carboidrato (ou açúcar), mais precisamente um dissacarídeo, pois é formado pea ligação de 2 monossacarídeos. Assim, a lactose é um carboidrato, formado pela ligação de 2 outros carboidratos menores: a glicose e a galactose, e a enzima lactase tem justamente a função de quebrar esta ligação, liberando a glicose e a galactose:

Lactose e lactase

Então, das duas uma: ou se tem intolerância a lactose (IL), que é a falta (ou baixa produção) da enzima lactase (como já expliquei nesse post: https://nutricionistajulianacrucinsky.wordpress.com/2015/05/14/intolerancia-a-lactose-intolerancia-ao-leite-ou-alergia-as-proteinas-do-leite/) ou se tem alergia às proteínas do leite de vaca (APLV). 

O grande problema, é que muitas pessoas usam (equivocadamente) o termo lactose como sinônimo de leite e aí é que começa a confusão, pois muitos produtos com a alegação “sem lactose”, realmente o são*, porém possuem as proteínas do leite, prejudiciais às pessoas alérgicas a elas. Os quadros de alergia alimentar são sempre mais complexos e podem levar a anafilaxia e morte, coisa que a intolerância a lactose não faz, felizmente.

Assim, é preciso estar atento e procurar saber com o médico qual o diagnóstico correto, se é intolerância a lactose ou se é alergia às proteínas do leite, para que a dieta seja feita corretamente, pois no caso de alergia, TODOS os derivados do leite e todos os produtos contendo traços de leite precisam ser evitados. Na IL, basta reduzir a quantidade de lactose ingerida, pois os traços não costumam causar nenhum tipo de problema.

* Produtos sem lactose podem ser:

  1. Produtos naturalmente isentos de leite (ex: suco de fruta)
  2. Produtos cujo teor de lactose foi reduzido naturalmente durante o processo de fabricação (ex: manteiga, queijos envelhecidos)
  3. Produtos a base de leite, que receberam adição da enzima lactase (ex: leites zero lactose, iogurtes zero lactose, etc)
Anúncios

8 comentários sobre “Cuidado: Alergia a Lactose pode matar!

  1. Obrigada pelo esclarecimento.
    O que preocupa realmente é a dificuldade de alguns médicos quanto ao diagnóstico correto. Exemplo disso, foi o exame que minha filha fez e acusou alergia para alfa e beta lactoglobulina, proteínas do leite, e a médica me disse que era intolerância a lactose.

    Curtir

    • Olá Andrea,

      Infelizmente essa confusão entre ALPV e IL é muito comum, inclusive entre os profissionais de saúde. Mas que bom que você já sabe o qye sua filha tem e pode cuidar melhor da alimentação dela. Isso é o mais importante!
      Gde abraço, Juliana

      Curtir

  2. Bom dia, Juliana. Mito esclarecedor o seu texto Eu e meus irmãos somos temos IL mas não tinha lido algo tão didático como a sua explicação.

    O produto final do kefir, quando feito com leite de vaca comum, tem lactose. Pessoas intolerantes podem ingerir, Oi ele deve ser feito com leite zero lactose? Muito obrigada

    Curtir

    • Olá Helaine,

      Obrigada.
      No kefir, nos iogurtes e leites fermentados em geral, há uma grande diminuição no conteudo de lactose, justamente por causa da fermentação promovida pelas bactérias e a pequena quantidade residual de lactose não costuma ser problema para a maioria dos intolerantes. Mas experimentar fazer com o leite zero lactose é uma opção. Só não posso te diser a respeito do resultado final pq nunca fiz.
      Gde abraço, Juliana

      Curtir

  3. Eu assisti ao Globo Reporter e, realmente, me confundi um pouco a respeito, pois sou leiga no assunto, entretanto, com o seu post, consegui entender a diferença. Que bom poder contar com pessoas preocupadas em ajudar a quem desconhece, cientificamente, o assunto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s